top of page

Santo Anselmo, bispo da Cantuária e Doutor da Igreja



Origens Nasceu em Piamonte no ano de 1033. Seu pai era Conde Gondulfo e a senhora Ermemberga, que garantiu uma educação baseada nos valores cristãos. Santo Anselmo, teve como mestre um clérigo e depois foi educado pelos beneditinos, fazendo com que desperta-se o desejo de viver uma vida contemplativa. Contudo, devido ao mau relacionamento com ele, saiu de casa, apenas com um burrinho e um servo se dirigindo para França.


Tesouro Maior Foi em busca da ciência, mas também se entregando aos prazeres. Era cristão, mas não de vivência. Devido aos estudos, ‘bateu’ no Mosteiro de Bec e conheceu Lanfranc, um religioso e mestre beneditino. Por meio dessa amizade edificante, descobriu um tesouro maior: Jesus Cristo.


Vida Religiosa Nesse processo de conversão, abriu-se ao chamado à vida religiosa e entrou para a família beneditina. Seu mestre amigo foi escolhido para ser bispo em Cantuária e Anselmo ocupou o lugar do Mestre, chegando a ser também Superior. Um homem sábio, humilde, um formador para as autoridades, um pai. Um verdadeiro Abade.

“Não quero compreender para crer, mas crer para compreender, pois bem sei que, sem a fé, eu não compreenderia nada de nada.” (Santo Anselmo)

Páscoa Por obediência à Mãe Igreja, foi substituir seu amigo, que havia falecido, no Arcebispado de Cantuária. Viveu grandes desafios lá, retornando a Piamonte. Devido a uma enfermidade faleceu em 21 de abril de 1109. Com esta fama de santidade e testemunho de fidelidade e amor a Cristo e à verdade.


Obras Santo Anselmo foi um santo e teólogo-filósofo, como Santo Agostinho. Foi o fundador da teologia escolástica, a Igreja Católica deu-lhe o título de “Doutor Magnífico”. As duas obras mais conhecidas são o Monologion (Monólogo), ou modo de meditar sobre as razões da fé, e o Proslogion (Colóquio), ou a fé que procura a inteligência.


Minha Oração “Santo Anselmo, santo teólogo e filósofo da Igreja, suscitai em nossos corações o interesse pela Doutrina da Igreja Católica, fazendo com que busquemos a Verdade, com inteligência, no Evangelho. Amém.”

Santo Anselmo, rogai por nós!


Outros santos e beatos que a Igreja faz memória em 21 de abril:

  • Em Roma, a comemoração de Santo Apolónio, filósofo e mártir. († 185)

  • Em Alexandria, no Egipto, Santo Aristo, presbítero e mártir. († data inc.)

  • No monte Sinai, Santo Anastásio, hegúmeno, que defendeu incansavelmente a verdadeira fé contra os monofisitas. († c. 700)

  • No mosteiro de Aplecross, localidade da Escócia, São Melrúbio, abade. († 722)

  • Nas Marcas, região da Itália, o Beato João Saziári, religioso da Ordem Terceira de São Francisco. († c. 1371)

  • Em Cervere, junto de Fossano, no Piemonte, região da Itália, o Beato Bartolomeu Cérvere, presbítero da Ordem dos Pregadores e mártir. († 1466)

  • Em Altötting, na Baviera, região da Alemanha, São Conrado de Parzham (João Birndorfer), religioso da Ordem dos Frades Menores Capuchinhos. († 1891)

  • Em Nochistlan, no território de Guadalajara, no México, São Romão Adame, presbítero e mártir, que durante a perseguição contra a Igreja, sofreu o martírio por confessar a fé em Cristo Rei. († 1927)

Fonte:

  • Livro “Um santo para cada dia” – Mário Sgarbossa – Luigi Giovannini [Paulus, Roma, 1978]

  • Livro “Santos de cada dia” – José Leite, SJ [Editorial A.O. Braga, 2003]

  • Martirológio Romano

  • Vaticannews.va

  • Vatican.va

– Produção e edição: Melody de Paulo

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page