top of page

DIOCESE DE CARUARU INAUGURA ACERVO DE ARTE SACRA



No dia 2 de abril, às 19h30, será reinaugurado o Palácio do Bispo, como Acervo de Arte Sacra da Diocese de Caruaru. O espaço será dedicado à preservação de imagens, objetos, paramentos litúrgicos e características ornamentais presentes no mobiliário de igrejas, além da preservação de documentos e materiais que fazem parte da história da Diocese e, também, à propagação da arte.


O Palácio Episcopal de Caruaru também já foi Casa de Caridade, sede da Prefeitura, Câmara de Vereadores, Fórum e Faculdade de Filosofia de Caruaru. Os recortes históricos são de que ele foi erguido ainda na primeira metade do século XIX, numa empreitada do popular sacerdote de Caruaru Vigário Freire, o “Vigarinho”, que ali instituiu uma Casa de Caridade. Como Palácio, o local serviu de residência para Bispos, além de local de reuniões e eventos importantes para as decisões da Igreja diocesana de Caruaru.


Ao chegar em Caruaru e encontrando o impotente e majestoso edifício, Dom José Ruy Lopes teve a inspiração de abrir as portas do Palácio para Caruaru inteira apreciar a sua própria história. O bispo deixou de residir no local e, com o consentimento e aprovação do Conselho Presbiteral, e seguindo os gestos concretos do Papa Francisco, resolveu fazer dessa moradia Acervo de Arte Sacra, para abrigar e expor todos os materiais que contam a história da Diocese de Caruaru.


Ao longo dos anos foram feitas intervenções que tiraram a originalidade do prédio, gerando modificações substanciais, como por exemplo, aplicação de granito na sala de jantar, corredores, cozinha, além da adaptação para uma suíte.  Não obstante esses fatos, o próprio tempo gerou a necessidade de intervenções para a conservação.


Diante de tudo isso, ciente dos danos que poderiam tornar-se irreversíveis no futuro, a Diocese de Caruaru decidiu implementar o projeto de restauro que, em 12 meses, a contar dos primeiros estudos, entrega à comunidade um espaço seguro que agora é ambiente de eventos culturais, pesquisa histórica, lazer e eventual hospedaria para bispos/sacerdotes e religiosos em seu andar superior.


Localizado estrategicamente ao lado da Catedral Nossa Senhora das Dores, o espaço revitalizado na Praça Henrique Pinto se torna um ponto de referência para a arte e a religiosidade, contribuindo para o enriquecimento cultural da comunidade e das futuras gerações.


1.347 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page