top of page

A Diocese de Caruaru recebeu a visita da Ordem Agostiniana

De 15 a 17 de abril a Diocese acolheu os Irmãos Agostinianos, que possuem planos de implementação na cidade de Caruaru.


Os Agostinianos são uma Ordem Religiosa, recebem esse nome por terem Santo Agostinho como pai espiritual, que após sua conversão profunda principiou um estilo de vida religioso.


A fundação da Ordem aconteceu durante o século XIII, quando a Sé Apostólica instituiu a ordem e a colocou entre as ordens de pobreza evangélica, fraternidade apostólica e o serviço a Mãe Igreja.


A Ordem se expandiu rapidamente no primeiro século de existência, espalhando-se por toda a Europa, com mais de 500 conventos e cerca de seis mil religiosos. Levando a sério a espiritualidade de Santo Agostinho e tendo-o como “pai fundador”, surgiu daí a escola Teológica Agostiniana. Os agostinianos também fizeram parte do processo civilizatório e evangelizador na América Latina, África e Ásia. A ordem chegou no Brasil em 1899 e, nas décadas seguintes, ampliaram o trabalho missionário em terras brasileiras.


Inicialmente os Agostinianos se estabeleceram em São Paulo e abriram missões no Amazonas e em Goiás. Se dedicam a obras tradicionais como paróquias, missões e colégios. E em 2019 foi aprovada a criação da Província Agostiniana Nossa Senhora da Consolação do Brasil. Hoje a Província está presente em Estados como São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná, Mato Grosso e Ceará.


De 15 a 17 de abril a Diocese de Caruaru recebeu a visita dos irmãos Agostinianos. A intenção da visita da ordem é ter um colégio católico na diocese. Os Agostinianos estão presentes em oito colégios brasileiros, promovendo educação de qualidade e desenvolvimento humano. Os colégios Agostinianos oferecem uma educação baseada nos valores cristãos, na fraternidade, no conhecimento e no amor. São mais de 8.000 alunos da Educação Infantil ao Ensino Médio. Na visita esteve o Provincial Frei Mauricio que veio acompanhado de um conselheiro da Ordem.


31 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page